Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 22 de abril de 2012

Quem Sou




Do pai a certa retidão e melancolia:
o olhar sobre o que vem atrás 
do espelho. Da mãe, 
a alegria. Da remota linhagem,
o novelo de fios que se tramam
alma e imagem,
ninguém sabe quando e onde.

Mais os trabalhos e a dor, a fantasia,
a obstinada procura, alguma sorte,
muita esperança na bagagem.

(Dissabores fazem parte: maior
 foi a celebração da vida.)

Entre o começo e a morte,
mar e miragem:
não há muito em mim
na personagem que contemplas.

(Há que buscar o que ela esconde.)

Lya Luft

0 comentários:

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!