Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

O Rosto do Príncipe

A história que vou contar agora é a história de um príncipe, ele não tinha um cavalo branco, nem morava em um castelo grande, com jardim na frente, como nas histórias que a gente ouve. O príncipe morava em uma casa, que era só dele, e nem mesmo a pessoa que mais o amava teria visto seu rosto. No começo de sua vida, quando o príncipe era bem pequenininho a casa era grande, ele crescia, crescia e... chegou  um dia que a casa do príncipe ficou tão pequena, mas tão pequena, que ele teve que ir embora para nunca mais voltar, ele sabia, que quando ele saísse todo mundo estaria ansioso para ver seu rosto, então o príncipe teve medo, e todo encolhido resolveu ficar mais alguns dias em sua casa.
Lá de dentro ele ouvia as pessoas conversarem, "Quando será que ele vai sair daí?" isso ele ouvia varias vezes ao dia e as vozes que perguntavam nem sempre eram as mesmas. Às vezes o príncipe pensava que tinha um reino todo ansioso para ver seu rosto. Outras vezes ele ouvia:  "Nossa! Que ansiedade, não vejo a hora de ver como ele é! Para quando que é?" E, depois dessa pergunta, vinha uma voz fazendo eco dentro de sua própria casa, a voz era muito conhecida e respondia: "Não sei ainda, estou esperando também, espero que logo." O príncipe pensava que essa era a pessoa mais ansiosa para vê-lo, pois era a mesma voz que respondia todas as perguntas, que cantava todas as músicas, que chorava, que ria. "Essa pessoa não deve sair de perto da minha casa." Pensava o príncipe.
Chegou um dia que a casa ficou menor ainda, o príncipe teve medo, não queria encontrar tanta gente. E algo muito estranho começou acontecer. A casa foi apertando, apertando, até que colocou o príncipe para fora, ele ficou muito assustado e começou a chorar, chorou, chorou e a voz conhecida que ele ouvia todos os dias chegou bem pertinho, encostou o rosto no príncipe e disse: "Meu filho!"
Então o príncipe nunca mais teve medo.

Vez em quando ela pegava minha mão e colocava para sentir o chute do príncipe, dessa vez eu não deixei escapar: da mão ao coração, trouxe toda emoção para escrever.

Mariana Zogbi

Imagem


9 comentários:

Moacir Willmondes disse...

Um peixinho pulando do aquário para o mar da vida...

Linda narrativa, como lindo é o momento pintado.

Abraço!

Liliane disse...

Chorei...

Agatha Menezes disse...

Nossa emocionante!!!!

Maria do amparo disse...

Linda história de se ouvir Mariana!Parabéns!
Esse príncipe é fruto de muita oração,todos estamos bastante ansiosos para ver a sua carinha.

Mariana Zogbi disse...

Muito obrigada, todos vocês!

Lilia Balonecker disse...

Mariana, assim vc mata a dinda do coração.

Lindo, lindo, lindo....

Théo, venha rapidinho, pois todos estão prontos para te dar muito mais muito amor....

Mariana Zogbi disse...

Viu, só, Théo, quanta gente esta aqui fora esperando? É um reino todo sim! (:

Lauren Andressa disse...

Comecei a ler e queria saber o final. Você escreve muito bem que faz prender atenção e causar curiosidade.

Mariana Zogbi disse...

Obrigada, Lauren!

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!