Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Ao meu amigo filósofo

Eu estava conversando como se ele estive aqui, do meu lado, mas, 300 quilômetros estavam entre nós.
Ele disse que gostava das pessoas por um órgão específico, depois disso, o meu silêncio. Eu queria ouvir, embora não fosse possível captar algum som de sua voz. Esperei pelo proceder da conversa. Toda essa espera não durou mais que alguns 10 segundos- pra mim foi espera infinita.
-O coração, ou o cérebro, não sei- quebrou a espera enfim. Na verdade, eu gosto mesmo é da alma, mas alma não é órgão.
-Eu também, gosto das pessoas pela alma. E desgosto pelo mesmo motivo. Eu sei que não tenho poder nenhum para falar de algo tão profundo... Mas a alma fica evidente em certos sentimentos, atitudes. Então a gente reconhece.

Mariana Zogbi

2 comentários:

Moacir Willmondes disse...

É na alma que habitam as cores esperando serem descobertas pelos sentidos...

Abraço!

Mariana Zogbi disse...

Com certeza!

Abraço

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!