Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Teatro Antes do Sono

Sua vida é um drama. Sonha demais, por conta disso, escreve o roteiro dos próprios dias, determina os personagens, suas ações e atitudes, mas se decepciona facilmente. "Pudera", diz o seu lado racional, impossível que as coisas saiam de um jeito determinado por um roteiro imaginário! Então chora, chora muito, mas sabe que não é preciso derramar lágrimas para isso. Chora de fora para dentro. E chora de dentro para fora também. Pode garantir a si mesmo que é o fim do mundo, quer presença, mas quer ausência, quer palavras e silêncio, quer abraço mas quer distância. Não se atreva a perguntar-lhe: "o que houve" se não quiser ouvir duas horas de palavras que não dão em lugar nenhum, porque, se soubesse o lugar já estaria lá, mas não há lugar.

Chora e soluça e tem raiva de suas próprias ações. Não quer que vejam, escutem, ou tenham pena, mas estampa no olhar um S.O.S incomum, ou às vezes, muito comum. Tem o privilégio (ou a infelicidade, propriamente dita) de arquivar emoções, situações, palavras e até mesmo sentidos, num momento certo põe-os sobre a mesa da alma e começa uma profunda análise. Pode chorar com um acontecimento de anos atrás e também consegue rir de algo que nem aconteceu! Sim! Rir. E ri como ninguém. Ri demais, com corpo e alma. Ri como se fosse uma criança... E quem não é?  Há uma intensidade incomum, e repete essa palavra como uma descoberta: In-ten-si-da-de, de: In-ten-so e recorda o significado: "que tem muita força; forte; marcante". Sorri.
Lentamente fecha as cortinas. Não há público para aplaudir, nem para arremessar tomates, não há ninguém e é necessário dormir.

Mariana Zogbi



2 comentários:

Anônimo disse...

Sensacional!!

Mariana Zogbi disse...

MUITO obrigada!

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!