Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012


Há palavras que a gente não pode falar, mas a gente escreve, sabe como é, aquelas palavras tão bem afiadas e cheias de espinhos que param na garganta dão um nó e até escorre lágrimas pelos olhos. Ainda bem que podemos escrevê-las. Tinha vontade de escrever umas três folhas frente-verso de uma carta, cheia de saudade de tempos que passaram, e postar no correio sem nome, sem endereço. Queria que alguém soubesse, não importa quem, se esse alguém importasse com o que lesse. É duro quando isso acontece, as pessoas não estão atentas e provavelmente a carta será deixada de lado, talvez nem será lida, e as palavras voltarão para você.

Mariana Zogbi

2 comentários:

Eneida disse...

Muito bom este texto,Mariana! Amei!

Mariana disse...

Obrigada, querida!

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!