Traduzir

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 18 de setembro de 2011

O Inesperado

O dia, ao contrário da véspera,amanheceu tristonho.Durante a noite,caíra uma tempestade, mas Deus olhou para os homens na terra, na pequena cidade de Itanhandu e disse: Os homens são semelhantes, não importando a localização geográfica.Variam só em termos de cultura, hábitos e costumes ,mas o coração humano é um enígma. Esse só eu sei, o quanto precisa de mim e precisa conhecer me, além de contemplar a minha criação.O coração faz os homens sofrerem porque nele estão todas as saudades e os amores que eles carregam. Muitas vezes, ele torna-se um peso, mas nele estão presentes as sensações e as emoções mais gratificantes da trajetória humana. Essas foram as palavras que ecoaram em minha mente durante um sonho que tive...
Acordei com tais palavras, pensando nas diversas trajetórias de vida que se encontram e se desencontram neste planeta. Naquela melâncólica manhã, olhando para aquela chuva, percebi então, que somos como as gotas d'água,todas iguais e frágeis, mas, que juntas, fazem nascer e renascer coisas que damos como inúteis, como por exemplo: a reflexão.Como o ato de refletir sobre as nossas emoções, acrescentando-se ao que lemos e ao que já vivemos pode iluminar nossos momentos mais difíceis!
Lendo a famosa passagem bíblica de Corintios,vemos que "...o amor é paciente, bondoso, não se orgulha,não procura seus interesses.O amor tudo sofre,tudo crê, tudo espera, tudo suporta..." Sem o amor não se pode viver. Ele é a maior força do mundo. Essa constatação fez daquela manhã,que se iniciou triste, confusa e cinzenta; um dia de luz, uma verdadeira epifania em minha vida; pois, a partir daquele momento, descobri que dentro de mim estavam todas as coisas que eu precisava para ser feliz.



Produção textual coletiva por:

  • Anne Sthefanie Martins
  • Bjota Stevez
  • Eneida Monteiro Nogueira
  • Késia Oliveira
  • Mariana Zogbi
  • Sammer Junior
  • Paulo Henrique Pinto Monteiro

2 comentários:

Eneida disse...

Muito bom Mariana! Precisamos produzir mais!
Beijos.
Eneida.

Zogbi disse...

Sim, com certeza =) bjinhos

Postar um comentário

Conte-nos o que achou da postagem! Deixe seu comentário!

Procure aqui!

Quer receber as postagens? Cadastre seu e-mail!